Translate this Page
Ultimas Atualizações
Início  (10-07-2018)
Reflexões e Mensagens  (10-07-2018)
Publicações  (29-06-2018)
Área Especial do leitor  (25-04-2018)




ONLINE
2






"Um dia sem Deus é um dia a menos de felicidade , sendo assim devemos sempre continuar vivendo o mais próximo Dele, ouvir a sua voz e obedecer. Quando fazemos isso, passamos a viver bem melhor" Experimente!

 


Você está saíndo, mas não de mãos vazias!

 

 

E Eu darei a este povo favor aos olhos dos egípcios; e...quando sairdes, não será de mãos vazia”

(Ex 3:21)

 

     Deus disse que Ele dará ao seu povo duas coisas: Favor junto aos seus inimigos, e grande bênção. E Ele fez isso; Quando Ele os tirou do Egito eles tinham ambos! Filho de Deus, o seu atual problema é apenas uma sala de aula, um ambiente controlado para Deus trabalhar a seu favor. Veja o que Ele usou para liberar seu povo: Moscas, pedras de granizo e rãs! Que comitê! Não há nada que Deus não possa fazer! Ele pode ser seu médico, seu conselheiro, seu corretor, seu advogado, e qualquer outra coisa que você precise!

    Observe isto: As rãs que invadiram as casas dos egípcios não podiam atravessar a linha que dava para as propriedades do povo de Deus. Por que? Porque o favor de Deus protegerá você. (Salmo 102:13)! Pense nas coisas que chegaram até você mas não conseguiram tocá-lo. Isto acontece porque a palavra de Deus diz: “Praga alguma chegará à tua tenda” (Salmo 91:10).

     O seu “por um triz” foi apenas um arranjo para que Ele pudesse trabalhar a seu favor. Foi por isso que Davi disse: “Digam-nos os remidos do Senhor, os que Ele resgatou das mãos do inimigo”(Salmo 107:2).

     O mesmo Faraó que disse “não” a Moisés durante anos, de repente disse “sim” Como é possível? Trata-se do momento certo! Quando chegar o tempo certo, Deus sempre se moverá a seu favor! Portanto, comece hoje a esperar favor de lugares inesperados; Favor que move montanhas. Favor que abre portas. Favor que lhe dá acesso a coisas que de outro modo você não teria. Ouça esta promessa mais uma vez: “Quando sairdes, não será de mãos vazias”. Agora, reivindique-a pela fé!

 

Texto extraído da revista Palavras para hoje – Edição 2009